Tema Livre

TRABALHOS APROVADOS > RESUMO

Imunidade natural mediada por anticorpos reduzida está associada a maiores taxas de mortalidade cardiovascular em pacientes com diabetes melitus

Henrique A. Fonseca, Viviane A. Sant'Anna, Henrique T. Bianco, Esteferson R. Fernandes, Francisco A. Fonseca, Magnus Gidlund, Maria C. Izar
Universidade Federal de São -UNIFESP - São Paulo - SP - Brasil, ICB - USP - Instituto de Ciências Biomédicas - São Paulo - SP - Brasil

Introdução: A presença do diabetes esta associada à modulação da resposta imune, que por sua vez, pode ter implicações na progressão da aterosclerose. Porém, são poucos os estudos que avaliaram a contribuição da resposta imune natural mediada por anticorpos ao risco de eventos cardiovasculares futuros. O objetivo do presente estudo é avaliar se a resposta imune natural mediada por anticorpos contra autoantígenos (Abs) pode ser preditora de mortalidade cardiovascular em pacientes com diabetes mellitus em um segmento de 10 anos. 

Métodos: Estudo de coorte, prospectivo com segmento de 10 anos com a inclusão aleatória de pacientes com diabetes mellitus tipo 1 e 2 de ambos os gêneros. Foram realizados ensaios laboratoriais do plasma sanguíneo para avaliar as concentrações de glicose, lipidograma e proteínas totais por métodos automatizados. A resposta imune natural mediada por Abs foi avaliada por meio dos títulos de IgM e IgG anti-ApoB-D (fragmento peptídico derivado da proteína apolipoproteina B 100) por técnicas de ELISA. Foram adotados valores significantes quando valores de p ≤ 0,05. 

Resultados: A amostra foi composta de 321 pacientes com idade média de 59,3 (±8,8) anos, destes 132 (41%) do gênero masculino e apresentando uma glicemia média de 164 (±63) mg/dL para toda a coorte. Dislipidemia era frequente em 227 (70%) pacientes, bem como hipertensão arterial em 243 (75%). Durante o segmento foi observado um total de 31 óbitos por causas cardiovasculares. Não foram observados na entrada do estudo diferenças entre a resposta imune mediada por anticorpos entre os gêneros. Porém, as curvas de Kaplan-Meier demostraram maior taxa de mortalidade no gênero masculino (Log Rank 6,87; p=0,012). No grupo também foi verificado que os pacientes com títulos de Abs IgM anti-ApoB-D acima da mediana apresentaram menores taxas de mortalidade (Log Rank 6,44; p=0,001). Não foram observados efeitos dos títulos de Abs IgG anti-ApoB-D na sobrevida livre de eventos (Log Rank 0,04; p=0,948). Os modelos de regressão Cox demostraram um fator de proteção à mortalidade cardiovascular para títulos de Abs IgM anti-ApoB-D acima da mediana com HR=0,30 (CI 95%, 0,11-0,81;p=0,018), contudo não foram evidenciados associações entre os títulos de Abs IgG anti-ApoB-D com a mortalidade cardiovascular, HR 0,97 (CI 95%, 0,38-2,45; p= 0,986). 

Conclusão: Os achados do presente estudo revelam que a resposta imune natural pode estar envolvida na progressão da aterosclerose, demonstrando que reduzidos títulos de Abs naturais está associado ao maior risco de mortalidade por eventos cardiovasculares.

Realização e Secretaria Executiva

SOCESP

Organização Científica

SD Eventos

Agência Web

Inteligência Web
SOCESP

XXXIX Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

31 de maio a 02 de junho de 2018
Transamerica Expo Center | São Paulo - Brasil