Tema Livre

TRABALHOS APROVADOS > RESUMO

Efeitos agudos dos exercícios físicos aeróbico e resistido sobre biomarcadores inflamatórios e pressão arterial em hipertensos resistentes: um estudo clínico cruzado, randomizado e controlado.

Gasparetti, C., Fraccari, N., Ritter, A., Modolo, R., Brunelli, V. , Júnior, H. C., Bavaresco, B., Rodrigues, B., Moreno, H. , De Faria, A. P.
FACULDADE DE CIENCIAS MÉDICAS – UNICAMP - - SP - BRASIL

Fundamento: O papel da prática de exercício físico regular, assim como, seu potencial benefício na pressão arterial (PA), têm sido demonstrados na hipertensão arterial resistente (HAR). Esta condição tem etiologia multifatorial incluindo um estado pró-inflamatório.  Objetivos: Esse trabalho avaliou os efeitos agudos dos exercícios físicos aeróbico, de resistência e a combinação de ambos sobre os marcadores inflamatórios IL-6 e IL-10 em hipertensos resistentes (HAR), hipertensos controlados (HT) e normotensos (NT). Secundariamente, foram analisados esses efeitos sobre a PA batimento a batimento.  Material e Métodos: Trata-se de um estudo randomizado, simples-cego, cruzado, o qual foi conduzido em 32 pacientes (HAR=10, HT=10, NT=12) acompanhados regularmente no Ambulatório Especializado em HAR do Hospital de Clínicas-UNICAMP. O protocolo experimental consistiu da realização das três modalidades de exercício físico (aeróbico, resistido e combinado) em única sessão nos participantes da pesquisa com intervalo de 1 semana. Foram determinados os biomarcadores inflamatórios (IL-6 e IL-10 por ELISA), assim como a determinação da PA batimento a batimento (sistema Finometer) nos períodos pré- e pós-intervenções. Resultados: Foi encontrado um aumento de IL-10 em HAR após 24h  da realização do exercício resistido quando comparado aos momentos pré e após 60 minutos (20±13 vs. 7±8 e 6±6; p<0,001). Ao compararmos as diferentes modalidades de exercício entre os HAR, o exercício resistido apresentou maior efeito na IL-10 após 24 h, quando comparado aos outros tipos de exercício (20±13 vs. 7±7 e 7±5; p=0,004).. Ao comparar sujeitos HT e HAR foram observados níveis maiores de PAS nos HAR (154±25 vs. 126±16; p=0,008) e PAM (111±17 vs. 95±12; p=0,03), no momento após 24h da realização do exercício resistido. Comparando os tipos de exercício em HAR, o exercício combinado resultou menor PAS (131±21 vs. 139±26 e 154±25; p<0,001), PAD (74±10 vs. 77±14 e 84±15; p=0,04) e PAM (96±13 vs. 100±17 e 111±17; p=0,002) após 24h da realização quando comparado com as outras duas modalidades. O exercício resistido, por sua vez, apresentou maior nível pressórico. Conclusão: Por fim, sugerimos que a melhor modalidade de exercício físico para diminuir o perfil inflamatório no grupo dos HAR é o resistido, enquanto que a que tem potencial de alterar a PA desses pacientes é o combinado (exercício aeróbico + exercício resistido).

Realização e Secretaria Executiva

SOCESP

Organização Científica

SD Eventos

Agência Web

Inteligência Web
SOCESP

XXXIX Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

31 de maio a 02 de junho de 2018
Transamerica Expo Center | São Paulo - Brasil